Como plantar melão

Melões
Melões - imagem original: Richard North - Licença Creative Commons

O melão ou o meloeiro é uma planta que apresenta um grande número de variedades cultivadas, com frutos que variam muito em tamanho, forma, textura externa, cor externa e interna, sabor e uso. Embora a classificação ainda seja confusa e tema de estudos, esta espécie é normalmente dividida em subespécies ou variedades botânicas, sendo que os melões doces ou de sobremesa são:

Cucumis melo cantaloupensis - sãos os melões-cantalupos ou melões-cantaloupes, com frutos arredondados doces e aromáticos que apresentam polpa laranja e casca rugosa, com ou sem estrias, e cor externa variável. Inclui os melões com casca reticulada que anteriormente eram conhecidos como a variedade reticulatus.

Cucumis melo inodorus - são melões com frutos arredondados ou ovoides, doces e não-aromáticos, com casca grossa lisa ou rugosa, com cor externa e interna bastante variável. Inclui o melão-pele-de-sapo, os melões-valencianos e os melões-honeydew, entre outros.

Além destes melões doces, há várias outras variedades botânicas de melão, como o chamado pepino-armênio (Cucumis melo flexuosus), que apesar do nome é realmente da espécie do melão, mas cujo fruto não é doce e é consumido quando ainda imaturo da mesma forma que o pepino. Frutos de outras variedades botânicas como as variedades chito e dudaim são usadas para conservas. A variedade agrestis é cultivada em algumas regiões da África por suas sementes, que são consumidas ou são usadas para a extração de óleo vegetal.

Clima

A temperatura ideal para o cultivo de melão situa-se entre 25°C e 32°C, embora possa crescer em temperaturas entre 18°C e 35°C. Durante a maturação dos frutos, o ideal é um clima quente e seco. Em condições de alta umidade do solo e do ar, os melões ficam com menor teor de açúcar e ficam mais aguados, perdendo em sabor em relação àqueles cultivados nas condições ideais de temperatura e umidade. Assim, as melhores condições para o cultivo do melão são encontradas em regiões de clima semiárido, embora isso não queira dizer que não possa ser cultivado em outras regiões. Em regiões tropicais é melhor se cultivado de forma a evitar que a frutificação ocorra nas estações mais chuvosas do ano. Em regiões mais frias pode ser cultivado durante os meses mais quentes do ano. Em qualquer caso, também pode ser cultivado dentro de estufas agrícolas com condições ambientais controladas.

Luminosidade

O meloeiro necessita de alta luminosidade, com luz solar direta.

Meloeiro
Não deve faltar água para o meloeiro durante seu crescimento, mas quando os frutos estão amadurecendo o ideal é um ambiente mais seco - imagem original: nociveglia - Licença Creative Commons

Solo

O solo deve ser bem drenado, leve, fértil e rico em matéria orgânica. O pH ideal do solo situa-se entre 6,4 e 7,2.

Irrigação

Devem ser irrigados de forma a manter o solo úmido da semeadura ao início da frutificação, quando a irrigação deve passar a ser esparsa.

Mudas de melão
Mudas de melão - imagem original: Gilles Douaire - Licença Creative Commons

Plantio

Para facilitar a germinação, as sementes de melão podem ficar imersas na água por um dia. As sementes podem ser semeadas no local definitivo, abrindo covas de 30 cm x 30 cm x 30 cm, adubando a terra retirada conforme a necessidade e fechando novamente. No local de cada cova podem ser semeadas várias sementes, deixando posteriormente apenas de 1 a 3 plantas por cova. Semeie a até 5 cm de profundidade, dependendo do tipo de solo (em solos mais pesados, semeie a uma menor profundidade). Outra possibilidade é semear as sementes em pequenos vasos ou outros recipientes, a 1 cm de profundidade, e transplantar as mudas de melão para o local definitivo depois de 20 a 45 dias da germinação. A germinação normalmente ocorre em 3 a 10 dias.

O espaçamento recomendado varia com a cultivar e as condições de cultivo. Para cultivo rasteiro, o espaçamento pode variar de 1,2 m x 1,2 m a 1,5 m x 2 m, dependendo do tamanho médio da cultivar. Para cultivo tutorado, o espaçamento pode ser menor.

Melão suportado por uma rede
Quando cresce suspenso, o fruto precisa ser amparado. Neste caso, uma rede está suportando o peso do melão. - imagem original: Ben Yanis - Licença Creative Commons

Tratos culturais

O meloeiro pode crescer tutorado em cercas e caramanchões, mas neste caso os frutos devem ser amparados de alguma forma (por exemplo, com uma rede), pois os talos geralmente não suportam o peso do melão.

Algumas pessoas não realizam nenhum tipo de poda no meloeiro, enquanto outras recomendam cortar a ponta da haste principal quando esta tem 5 ou 6 folhas, para induzir a ramificação lateral da planta. Quando estes ramos estão bem desenvolvidos, são reduzidos a três ou quatro. Cada um destes três ou quatro ramos darão origem a mais ramos.

Algumas pessoas eliminam apenas os frutos defeituosos, enquanto outras deixam apenas um fruto por ramo, 3 ou 4 frutos por planta.

A presença de insetos polinizadores, principalmente abelhas, é necessária para a polinização das flores e a formação dos frutos. Se não houver abelhas e não houver formação de frutos, realize a polinização das flores manualmente com a ajuda de um pequeno pincel de cerdas suaves. O meloeiro é uma planta andromonoica (têm flores masculinas e flores hermafroditas na mesma planta) ou monoica (têm flores masculinas e flores femininas na mesma planta), sempre com as flores masculinas surgindo primeiro.

Outros cuidados que podem ser tomados: colocar uma cama de palha, uma madeira ou outro material sob cada fruto em desenvolvimento, para que estes não fiquem em contado direto com o solo, diminuindo o ataque de pestes e doenças. Virar com cuidado o fruto em um intervalo de alguns dias para deixar o melão com uma aparência externa uniforme, sem uma parte esbranquiçada. Cobrir os melões com papel-jornal ou com palha quando estes atingem um diâmetro de aproximadamente 10 cm para que não fiquem queimados pelo sol caso as folhas da planta não sombreiem o fruto.

Melão cultivado com tutoramento
Melão crescendo tutorado em uma estufa - imagem original: Daderot - Licença Creative Commons

Colheita

A colheita dos melões se inicia de 80 a 140 dias após a semeadura, dependendo do cultivar plantado. Se o melão não for colhido para consumo em um ou dois dias, colha-o deixando aproximadamente 2 cm do talo com o fruto para que este se conserve por mais tempo. Quando maduros, os melões-cantalupo apresentam um cheiro doce e uma cor intensa. Em outros melões pode ser mais difícil determinar quando estão completamente maduros, mas estes geralmente também apresentam uma coloração externa mais intensa.

Diversos cultivares de melão
Existem vários tipos e cultivares de melão - imagem original: Richard North - Licença Creative Commons