Como plantar alecrim

Alecrim
Alecrim - imagem original: Andy / Andrew Fogg - Licença Creative Commons

Rosmarinus officinalis

O alecrim é um arbusto perene que pode atingir 1,5 m de altura ou mais, dependendo da cultivar. Suas folhas finas e seus ramos são usados como tempero, para fins medicinais e para obtenção de um óleo essencial usado na fabricação de produtos de higiene e beleza. Também é cultivado como planta ornamental, havendo cultivares de flores que são brancas ou de algumas tonalidades de rosa, azul ou violeta.

Alecrim
O alecrim é um arbusto lenhoso que, dependendo do cultivar, pode crescer até 1,5 m ou mais de altura - imagem original: Natalie Maynor - Licença Creative Commons

Clima

O alecrim prefere clima subtropical, mas pode ser cultivado em várias condições de clima e temperatura. A planta pode ou não suportar invernos frios, dependendo da cultivar e do desenvolvimento da planta (plantas maiores são geralmente mais resistentes do que plantas pequenas e jovens).

Luminosidade

O alecrim deve receber luz solar direta ao menos por algumas horas diariamente.

Flores do alecrim
Flores do alecrim. Suas flores podem ser brancas, rosas, azuis ou violetas - imagem original: THOR - Licença Creative Commons

Solo

O solo deve ser bem drenado e leve. A planta cresce melhor em solos calcários de pH neutro ou pH levemente alcalino (pH 7 a 7,8), mas é tolerante quanto ao pH e o tipo de solo. O alecrim tem mais aroma e sabor quando cultivado em solos pobres em nutrientes, e que não retêm muito a água.

Irrigação

Irrigue com frequência para que o solo seja mantido levemente úmido enquanto as plantas são jovens. Quando as plantas estiverem bem desenvolvidas, a irrigação pode ser esparsa, permitindo que o solo seque superficialmente entre as irrigações. O alecrim é resistente a curtos períodos de seca.

Muda de alecrim
Alecrim recém-germinado - imagem original: missellyrh - Licença Creative Commons

Plantio

O alecrim pode ser cultivado a partir de sementes ou por estaquia. As sementes podem ser semeadas em sementeiras, pequenos vasos e outros recipientes. A germinação das sementes pode ser demorada e as plantas podem levar até três anos para se tornarem completamente desenvolvidas. As mudas de alecrim são transplantadas quando têm de 15 a 20 cm de altura.

O plantio por estaquia é feito cortando ramos com cerca de 15 cm de comprimento. Plante os ramos em vasos ou outros recipientes, deixados em local bem iluminado, mas sem luz solar direta. O solo deve ser mantido bem úmido até o enraizamento, que leva de três a quatro semanas. Após o enraizamento as mudas devem receber luz solar direta. As mudas são transplantadas para o local definitivo cerca de um ano depois em regiões onde o inverno é frio, mas podem ser transplantadas cerca de 1 ou dois meses após o enraizamento das mudas em regiões onde o inverno é ameno. As plantas jovens não devem ficar expostas a temperaturas muito baixas em seu primeiro ano de vida.

O espaçamento entre as plantas pode ser geralmente de 80 cm, mas pode variar com a cultivar e as condições de cultivo.

O alecrim pode ser cultivado em jardineiras e vasos de tamanho médio ou grande, mas geralmente não se desenvolve tanto quanto os cultivados no solo. Também são mais sensíveis a falta de água.

Tratos culturais

Retire plantas invasoras que estejam concorrendo por nutrientes e recursos.

Vaso com alecrim
O alecrim pode ser cultivado em vasos - imagem original:Maja Dumat - Licença Creative Commons

Colheita

A colheita do alecrim para uso doméstico pode começar a partir de 90 dias após o plantio. Contudo, o ideal é que a colheita ocorra apenas a partir do segundo ou terceiro ano de cultivo, retirando-se no máximo metade dos ramos para não prejudicar muito as plantas.

O alecrim é uma planta perene e pode produzir bem por mais de dez anos.

Ramo de alecrim
O alecrim pode ser colhido a partir do segundo ou terceiro ano em plantações comerciais - imagem original: Irene Grassi - Licença Creative Commons