Como plantar feijão-da-espanha

Feijões-da-espanha
Feijões-da-espanha - imagem original: Tim Olson - Licença Creative Commons

Phaseolus coccineus

O feijão-da-espanha é uma trepadeira que pode ultrapassar a três metros de altura. A maioria das cultivares tem flores vermelhas e sementes rosadas ou rajadas, mas há cultivares com flores e sementes brancas, e cultivares com flores rosadas ou bicolores. Suas vagens imaturas e suas sementes em qualquer estágio de desenvolvimento podem ser consumidas cozidas, mas esta espécie também é muito apreciada como planta ornamental em jardins. Há também algumas poucas cultivares de porte baixo, que atingem apenas cerca de 40 cm de altura.

Feijão-da-espanha
O feijão-da-espanha pode ultrapassar a três metros de altura - imagem original: Tom Anderson - Licença Creative Commons

Clima

O feijão-da-espanha pode ser cultivado em regiões que apresentam temperaturas entre 14°C e 30°C. Em locais onde o inverno apresenta baixas temperaturas, este feijão é cultivado apenas durante os meses quentes do ano. Em regiões onde o inverno é ameno, esta planta é perene, podendo produzir por vários anos.

Luminosidade

Esta planta necessita de alta luminosidade, com luz solar direta pelo menos algumas horas por dia.

Flores do feijão-da-espanha
As flores do feijão-da-espanha são atraentes, por isso esta planta também é apreciada em jardins - imagem original: Dinkum - Licença Creative Commons

Solo

Cultive em solo bem drenado, profundo, fértil e rico em matéria orgânica. O pH ideal do solo é de 6 a 7,5.

Esta planta pode formar uma associação simbiótica com bactérias conhecidas como rizóbios ou rhizobium, capazes de fixar o nitrogênio do ar no solo como amônia ou nitrato, provendo assim o nitrogênio necessário para a planta e ainda enriquecendo o solo com este nutriente.

Irrigação

Irrigue de forma a manter o solo sempre úmido, sem que fique encharcado.

Feijão-da-espanha brotando
Mudas de feijão-da-espanha. Note que os cotilédones não são visíveis, permanecendo enterrados no solo, diferindo do que ocorre com o feijão comum - imagem original: knottyolly - Licença Creative Commons

Plantio

Semeie direto no local definitivo, a uma profundidade de aproximadamente 5 cm. Opcionalmente, as sementes de feijão-da-espanha podem ser pré-germinadas antes do plantio, deixando as sementes em um recipiente com papel-toalha ou papel mata-borrão umedecidos.

O espaçamento pode ser de 60 cm entre as linhas de plantio, com 15 cm entre as plantas para cultivo anual.

Feijão-da-espanha e suportes
A maioria dos cultivares de feijão-da-espanha são trepadeiras e precisam de suportes - imagem original: shrinkin'violet - Licença Creative Commons

Tratos culturais

A maioria das cultivares de feijão-da-espanha são trepadoras e necessitam de um suporte com cerca de 2,4 m de altura ou mais, como por exemplo, varas de bambu, estacas de madeira, cercas, treliças ou caramanchões.

Retire as plantas invasoras que estejam concorrendo por nutrientes e recursos.

Vagens de feijão-da-espanha
Vagens do feijão-da-espanha - imagem original: Kai Hendry - Licença Creative Commons

Colheita

A colheita pode começar de 90 a 120 dias após a semeadura, podendo variar com a cultivar plantada e as condições de cultivo. As vagens são colhidas quando bem desenvolvidas, com 15 a 25 cm de comprimento, mas ainda jovens e tenras, antes que as sementes comecem a inchar nas vagens. As sementes geralmente são colhidas quando as vagens estão completamente secas, embora também possam ser colhidas quando ainda estão imaturas.

Os feijões-da-espanha, tal como os feijões comuns, não devem ser consumidos crus, pois eles contêm fitohemaglutinina, uma lectina tóxica. O cozimento destrói esta substância.