Como plantar lavanda

Lavanda ou alfazema
Lavanda - imagem original: Maja Dumat - Licença Creative Commons

Lavandula angustifolia

A lavanda ou alfazema é uma planta nativa da região mediterrânea, muito cultivada para a extração de seu óleo essencial, utilizado em perfumaria e produtos de higiene. Também é muito apreciada como planta ornamental em jardins, havendo várias cultivares para esta finalidade. Além disso, suas flores são uma boa fonte de alimentos para abelhas e o mel produzido a partir de seu néctar é considerado como sendo de excelente qualidade. Em menor escala, é cultivada como planta medicinal e como condimento para alimentos.

As flores são a principal parte da planta utilizada para dar sabor e aroma a diversos tipos de alimentos, incluindo saladas, molhos, geleias, sorvetes e alguns vinhos e vinagres, embora as folhas também possam ser utilizadas.

Várias outras espécies de lavanda são cultivadas, mas a espécie Lavandula angustifolia é a mais cultivada, uma vez que seu óleo essencial é de melhor qualidade. Esta planta pode atingir de 30 cm a 2 m de altura, dependendo da cultivar. Suas pequenas flores podem ser roxas, rosadas ou brancas.

Plantação de lavanda
A lavanda cresce melhor em um clima relativamente seco e quente - imagem original: Matthew Britton - Licença Creative Commons

Clima

É bastante tolerante quanto a temperatura, porém não cresce bem em um clima muito úmido ou muito frio.

Luminosidade

Necessita de luz solar direta pelo menos por algumas horas diariamente.

Lavanda com flores brancas
Lavanda com flores brancas. A lavanda é muito apreciada como planta ornamental em jardins - imagem original: Dehner Garten-Center - Licença Creative Commons

Solo

Cultive em solo bem drenado, leve, moderadamente fértil, com pH entre 6,5 e 7,5. O ideal são solos calcários.

Irrigação

Esta planta é sensível ao excesso de água. O solo deve permanecer sempre levemente úmido durante a fase inicial de crescimento. Quando bem desenvolvida, a lavanda é resistente a curtos períodos de seca e pode ser irrigada esparsamente.

Lavanda cultivada em um vaso
A lavanda pode ser cultivada em vasos - imagem original: Maja Dumat - Licença Creative Commons

Plantio

A lavanda ou alfazema pode ser propagada por sementes ou por estaquia.

Semeie superficialmente. As sementes podem ser semeadas no local definitivo ou em bandejas e vasos, neste caso sendo transplantadas quando as mudas estiverem grandes o bastante para serem manuseadas. As sementes geralmente germinam em duas a seis semanas.

Para a propagação por estaquia, os ramos podem ser cortados com cerca de 10 cm de comprimento, retirando as folhas da parte inferior que ficará enterrada no solo. O solo deve ser mantido apenas levemente úmido, pois um excesso de água leva ao apodrecimento dos pedaços de ramo.

O espaçamento recomendado entre as plantas pode variar de 30 a 90 cm, dependendo do porte da variedade cultivada e das condições de cultivo. A lavanda também podem ser cultivada facilmente em vasos com 30 ou 40 cm de diâmetro.

Tratos culturais

Retire as plantas invasoras que estiverem concorrendo por recursos e nutrientes.

Corte os ramos mais velhos que se tornarem lenhosos.

Flores da lavanda
As flores são muito aromáticas e delas é extraído o óleo essencial de lavanda - imagem original: Ting Chen - Licença Creative Commons

Colheita

As flores são colhidas assim que se abrem, cortando quase todo o ramo. As folhas podem ser colhidas quando necessário, mas são menos apreciadas do que as flores. O óleo essencial é extraído apenas das flores recém-colhidas.

Esta planta cresce de forma relativamente lenta, e embora chegue a florescer no primeiro ano, a floração é mais abundante a partir do segundo ano de cultivo. A lavanda é uma planta perene e pode produzir bem por mais de uma década.