Como plantar capuchinha

Capuchinha
Capuchinha - imagem original: Malcolm Manners - Licença Creative Commons

A capuchinha é geralmente cultivada como planta ornamental em jardins, tanto por suas flores, cujo formato inspirou seu nome popular, quanto por suas folhas peltadas. Mas a capuchinha também é uma das flores comestíveis mais conhecidas, sendo usadas em saladas e diversos outros tipos de receitas, onde adicionam cor e sabor. As folhas também são muito apreciadas, tendo um sabor picante similar ao do agrião. Já os frutos imaturos podem ser usados para conservas, sendo um bom substituto para alcaparras. As sementes podem ser moídas e usadas como um substituto para a pimenta, uma vez que são muito picantes. Vários outros nomes populares são atribuídos a estas plantas, incluindo chagas, flor-de-sangue e agrião-do-méxico.

Há duas espécies de capuchinha, ambas nativas da América do sul, sendo também encontradas plantas híbridas destas espécies e de outras espécies do gênero Tropaeolum:

Tropaeolum majus - Conhecida apenas por capuchinha ou por capuchinha-grande, esta planta é uma trepadeira cujos ramos podem se estender por mais de um metro, podendo chegar a três metros ou mais em algumas cultivares. Suas folhas peltadas têm entre 3 e 15 cm de diâmetro.

Tropaeolum minus - conhecida como capuchinha-anã ou capuchinha-menor, é uma espécie menor que a anterior, e forma pequenas moitas.

Capuchinha-grande
Estacas ou treliças podem ser colocadas para suportarem o crescimento vertical da capuchinha-grande - imagem original: steveilott - Licença Creative Commons

Clima

Esta planta é resistente e pode ser cultivada em várias condições climáticas, porém não suporta temperaturas muito baixas ou geadas.

Luminosidade

Floresce mais se cultivada sob luz solar direta, mas também tolera sombra parcial, desde que a luminosidade seja boa.

Capuchinha
A capuchinha produz mais flores quando cultivada com luz solar direta em um solo de fertilidade moderada - imagem original: Carl Lewis - Licença Creative Commons

Solo

Esta planta é bastante tolerante quanto ao solo, mas em solos muito férteis há um maior crescimento da folhagem e uma produção relativamente menor de flores. O ideal é que o solo seja leve, bem drenado, moderadamente fértil e rico em matéria orgânica.

Irrigação

Irrigue com frequência para que o solo seja mantido sempre úmido, porém sem que permaneça encharcado.

Mudas de capuchinha
Mudas de capuchinha - imagem original: Anna - Licença Creative Commons

Plantio

Pode ser propagada através de sementes ou por estaquia. As sementes podem ser semeadas diretamente no local definitivo, a uma profundidade de aproximadamente 1 cm. Também podem ser semeadas em sementeiras, bandejas ou copos de papel, sendo transplantadas quando as mudas têm 4 ou 6 folhas verdadeiras. A germinação leva aproximadamente uma semana ou duas, mas pode ser apressada deixando as sementes em água morna por um dia.

Para multiplicar as plantas por estaquia, podem ser usados pedaços de ramos com 10 a 15 cm de comprimento, preferencialmente retirados do meio de um ramo bem desenvolvido. Plante dois terços do ramo no solo, que deve ser mantido bem úmido para favorecer o enraizamento.

O espaçamento pode variar com a espécie, híbrido ou cultivar, mas um espaçamento geralmente adequado vai de 60 a 90 cm entre linhas de plantio e de 50 a 90 cm entre as plantas. Para a capuchinha-anã, 30 cm entre as linhas e as plantas é o suficiente.

As capuchinhas também podem ser cultivadas em vasos e jardineiras.

Capuchinha com flor
As flores da capuchinha têm um esporão para o néctar e podem ser de vários tons de vermelho, laranja ou amarelo - imagem original: Maggie - Licença Creative Commons

Tratos culturais

Para cultivares e híbridos da capuchinha que são trepadeiras, uma opção é colocar estacas ou treliças para que as plantas possam se enrolar em torno delas, crescendo verticalmente. Sem estacas ou outros suportes, as plantas se espalharão lateralmente sobre o solo.

Retire as ervas invasoras que estiverem concorrendo por recursos e nutrientes.

Flor amarela da capuchinha
A flor da capuchinha pode ser colhida assim que estiver completamente aberta - imagem original: Maja Dumat - Licença Creative Commons

Colheita

A primeira colheita pode ser feita aproximadamente 50 dias após o plantio, dependendo das condições de cultivo. As flores devem ser colhidas quando estão completamente abertas. Já os frutos devem ser colhidos imaturos, quando estão ainda totalmente verdes. Algumas pessoas afirmam que as folhas colhidas antes da planta florescer têm melhor sabor. A colheita pode continuar enquanto as plantas se mantiverem crescendo bem.

Frutos da capuchinha em conserva
Os frutos ainda verdes da capuchinha podem ser utilizados para conservas - imagem original: Glenn - Licença Creative Commons