Como plantar nabo

Nabos
Nabos - imagem original: Tim Sackton - Licença Creative Commons

Brassica rapa var. rapa

O nabo é uma planta cultivada para o consumo de suas raízes ou de suas folhas e botões florais.

As cultivares de raízes, que são as mais cultivadas no mundo, podem ter estas na forma arredondada, achatada, cônica ou oval, com 5 a 20 cm de diâmetro e com coloração externa totalmente branca ou branca com o topo (o colo) arroxeado, amarelado ou esverdeado. A cor interna pode ser branca ou amarelada. As raízes são geralmente consumidas cozidas, mas também podem ser consumidas cruas, especialmente se forem raladas. As folhas destas cultivares também podem ser consumidas.

As cultivares de folhas são mais conhecidas como nabiças, e as inflorescências são conhecidas como grelos-de-nabo. As folhas e flores podem ser consumidas cruas ou cozidas. As raízes destas cultivares também podem ser consumidas.

Nabo na horta
O nabo deve ser cultivado em solo sem pedras e outros detritos - imagem original: ilovebutter - Licença Creative Commons

Clima

O nabo cresce melhor em temperaturas entre 15°C e 22°C, mas suporta bem temperaturas mais baixas e geadas leves. Cultivada em temperatura elevada, a planta pode florescer precocemente, suas folhas podem adquirir um sabor mais forte e amargo, e sua raiz não se desenvolve bem e pode se tornar fibrosa.

Luminosidade

O melhor é cultivar com luz solar direta, mas pode tolerar sombra parcial com boa luminosidade.

Solo

O solo deve ser bem drenado, fértil, rico em matéria orgânica, sem pedras e outros detritos. É tolerante quanto ao pH do solo, mas cresce melhor com pH entre 6 e 7.

O nabo é muito sensível a ausência do micronutriente boro. Para evitar uma deficiência de boro em locais onde o solo é pobre neste micronutriente, recomenda-se a utilização de adubos que contêm boro, a aplicação no solo de bórax ou de ácido bórico antes do plantio, ou a aspersão das folhas das plantas com uma solução de ácido bórico. A solução pode ser preparada utilizando-se 2 gramas de ácido bórico para 5 litros de água. Contudo, é necessário cuidado, pois o excesso de boro no solo também é prejudicial.

Irrigação

Irrigue com frequência, de forma que o solo permaneça sempre úmido, mas sem que fique encharcado.

Mudas de nabo
Mudas de nabo - imagem original: Br3nda - Licença Creative Commons

Plantio

A semeadura do nabo é normalmente feita diretamente no local definitivo, do fim do verão ao início da primavera, variando com o clima da região. Em regiões onde o clima é sempre ameno, pode ser cultivado durante o ano todo.

Semeie a uma profundidade de aproximadamente 0,5 cm no solo. A germinação das sementes é rápida e normalmente demora apenas de alguns dias a uma semana.

O espaçamento pode variar de 30 a 40 cm entre as linhas de plantio e de 10 a 25 cm entre as plantas, dependendo da cultivar.

Plantas jovens de nabo
Mudas de nabo mais desenvolvidas - imagem original: Baron Chandler - Licença Creative Commons

Tratos culturais

Retire as plantas invasoras que estiverem concorrendo por recursos e nutrientes.

Nabos-brancos-de-colo-roxo
Nabos-brancos-de-colo-roxo - imagem original: Peter Presslein - Licença Creative Commons

Colheita

A colheita do nabo é realizada entre 40 e 80 dias após a semeadura, dependendo da cultivar utilizada e das condições de cultivo. Não atrase muito a colheita, pois as raízes podem se tornar lenhosas com o decorrer do tempo, com a exceção de algumas cultivares que podem ser colhidas tardiamente sem perda de qualidade.

Na colheita das nabiças, as plantas podem ser arrancadas inteiras, ou todas as folhas podem ser cortadas a cerca de 5 cm do solo, o que permite que a planta rebrote, de forma que uma nova colheita de folhas jovens pode ser feita em duas ou três semanas. As folhas também podem ser colhidas individualmente quando necessário.

O nabo é uma planta bienal, cultivada como anual.