Como plantar tupinambo

Tupinambo ou girassol-batateiro
Tupinambo - imagem original: net_efekt - Licença Creative Commons

Helianthus Tuberosus

O tupinambo, também chamado de girassol-batateiro, é uma planta do mesmo gênero do girassol. Nativo do leste da América do Norte, já era cultivado pelos povos nativos da região antes da chegada dos europeus. Seus tubérculos são ricos em inulina, um polissacarídeo da frutose, o que lhes proporciona um leve sabor adocicado. São normalmente consumidos cozidos, mas podem ser consumidos crus em saladas se cortados em fatias finas.

Tupinambo ou girassol-batateiro
O girassol batateiro ou tupinambo pode atingir 3 m de altura em regiões de clima temperado. Em outros climas a planta geralmente cresce bem menos - imagem original: Glenn - Licença Creative Commons

Clima

O tupinambo cresce melhor em locais de clima temperado, mas pode ser cultivado em regiões com outras condições climáticas, embora a produtividade seja normalmente menor. As baixas temperaturas matam as folhas e caules da planta, mas os tubérculos resistem a temperaturas muito baixas, rebrotando quando as condições de temperatura se tornam favoráveis.

Luminosidade

Esta planta precisa de luz solar direta pelo menos por algumas horas diariamente. A maioria das cultivares produz melhor em locais com dias longos (portanto a produtividade geralmente é menor em regiões tropicais).

Plantas de tupinambo ou girassol-batateiro
Plantas de tupinambo. A maioria das cultivares tem tubérculos de formato bastante irregular - imagem original: Tony Austin - Licença Creative Commons

Solo

Cultive preferencialmente em solo bem drenado, leve, sem pedras e outros detritos, fértil e rico em matéria orgânica. Esta planta pode ser cultivada em solos mais pobres, mas os tubérculos produzidos serão maiores se o solo for fértil. Também é bastante tolerante quanto ao pH e o tipo de solo, embora solos pesados não sejam adequados, especialmente se propensos a encharcamento.

Irrigação

Irrigue de forma a manter o solo úmido, mas sem que permaneça encharcado. Embora a planta suporte bem curtos períodos de seca quando se encontra bem desenvolvida, os tubérculos têm melhor aparência e qualidade quando não falta água.

Plantio

As sementes do tupinambo lembram sementes de girassol, e podem ser usadas para começar a plantação, mas o normal é plantar os tubérculos. Estes são plantados inteiros se têm o tamanho aproximado de um ovo de galinha, ou cortados em pedaços se são muito maiores, mas deixando sempre pelo menos duas ou três gemas (olhos) por pedaço. Os tubérculos devem ficar entre 10 e 15 cm de profundidade, espaçados de 30 a 60 cm. As fileiras podem ficar espaçadas de 30 cm a 1 m. O plantio, em regiões de clima temperado, é feito na primavera.

As sementes podem ser semeadas no local definitivo em regiões onde o inverno não é muito rigoroso, ou em sementeiras, sendo transplantadas para vasos individuais quando tiverem tamanho suficiente para serem manuseadas. As plantas podem assim passar seu primeiro ano nos vasos, em local protegido do frio, e plantadas no local definitivo depois de seu primeiro inverno.

O tupinambo ou girassol batateiro pode suportar bem o vento, o que somado ao fato de que pode atingir 3 m de altura (porém fica muito menor em regiões de clima quente), fazem dele uma das plantas ideais para formar barreiras de proteção contra o vento em uma horta.

Flores de tupinambo ou girassol-batateiro
As flores do tupinambo podem ser retiradas para favorecer o crescimento dos tubérculos - imagem original: Paul Fenwick - Licença Creative Commons

Tratos culturais

Retire plantas invasoras que estejam concorrendo por nutrientes e recursos nos primeiros meses do plantio. O tupinambo pode ser uma planta invasora em algumas regiões, de forma que seu cultivo deve ser de algum modo limitado a sua área de plantio, e ao fim do cultivo, nenhum tubérculo deve ser deixado no solo.

Quando as plantas estiverem com 30 cm de altura, amontoe terra junto aos caules, até cerca de 15 cm de altura. Este procedimento deixa as plantas mais estáveis, diminuindo o risco de tombamento. Se sujeitas ao vento, pode ser necessário amarrar as plantas a varas ou estacas verticais.

As flores podem ser retiradas quando surgirem, para que as plantas concentrem seus recursos nos tubérculos, aumentando a produtividade. Contudo, as flores podem ser uma boa fonte de alimento para as abelhas.

Flores de tupinambo ou girassol-batateiro
As flores do tupinambo ou girassol batateiro atraem abelhas, e são uma boa fonte de alimento para elas - imagem original: Paul Fenwick - Licença Creative Commons

Colheita

Se os tubérculos forem plantados na primavera, a colheita poderá ser feita no fim do outono, quando a parte aérea das plantas estiver secando, ou no inverno.

Como os tubérculos não podem ser armazenados por muito tempo em temperatura ambiente, deve-se colher apenas o necessário para o momento, deixando os tubérculos excedentes no solo. No entanto, é recomendado que todos sejam colhidos antes que brotem na primavera, incluindo os que são muito pequenos, para evitar que haja um excesso de plantas por área.