Como plantar jambu

Jambu
Jambu - imagem original: Mikrolit' - Licença da Arte Livre 1.3

Acmella oleracea, denominada anteriormente Spilanthes oleracea e Spilanthes acmella

O jambu é uma hortaliça nativa da região amazônica, mas atualmente cultivada em várias regiões do mundo. Também recebe os nomes populares agrião-do-pará, agrião-da-amazônia e agrião-do-norte. Seus ramos, folhas e flores podem ser consumidos crus em saladas e em pratos cozidos, refogados ou assados. O jambu também é usado como condimento e como erva medicinal. Seu sabor é bastante peculiar, e as flores produzem uma sensação de formigamento e entorpecimento das mucosas da boca, devido a presença da substância espilantol, uma alquilamida. Por conta disso, as flores podem ser usadas para aliviar dores de dentes.

Cultivar de jambu com ramos roxos
Cultivar de Jambu com ramos e flores arroxeados - imagem original: Kath821 - Licença Creative Commons

Clima

O jambu é uma hortaliça que prefere clima quente e úmido. Temperaturas abaixo de 15°C prejudicam a planta, sendo que o ideal são temperaturas acima de 26°C. Pode ser cultivada o ano todo em regiões de clima quente, e durante a primavera e o verão em outras regiões.

Luminosidade

Esta planta pode ser cultivada com iluminação solar direta ou em sombra parcial, desde que haja uma boa luminosidade.

Solo

Cultive em solo bem drenado, leve, fértil e rico em matéria orgânica. O pH ideal do solo é de 5,8 a 6,5.

Irrigação

Irrigue de forma a manter o solo sempre úmido, sem que fique encharcado.

Jambu florido
Além de ser cultivado como hortaliça, o jambu também é cultivado como planta ornamental em jardins - imagem original: Phyzome - Licença Creative Commons

Plantio

O plantio é feito por sementes ou por ramos. Semeie no local definitivo da horta ou em sementeiras e outros recipientes, transplantando quando as mudas tiverem tamanho suficiente para serem manuseadas (com cerca de um mês). As sementes devem ser semeadas superficialmente, sendo no máximo cobertas apenas por uma leve camada de terra peneirada ou de serragem fina.

Os ramos podem ser usados para propagar as plantas, e podem ser plantados em solo mantido bem úmido até que ocorra o enraizamento. Também podem ser plantados em vasos mantidos em local sombreado, mas bem iluminado. Após o enraizamento, as mudas podem ser transplantadas dos vasos para o local definitivo.

O espaçamento recomendado é de 20 a 25 cm entre as plantas, mas muitos usam outros espaçamentos, indo de 5 cm a 40 cm entre as plantas. Estas podem atingir de 20 a 45 cm de altura.

O jambu também pode ser cultivado facilmente em vasos de tamanho médio ou grande.

Tratos culturais

Retire plantas invasoras que estejam concorrendo por nutrientes e recursos.

Flor do jambu ou agrião-do-pará
A inflorescência do jambu também é comestível, e sendo a parte da planta mais rica em espilantol, pode ser usada para aliviar dor de dente - imagem original: Mikrolit' - Licença da Arte Livre 1.3

Colheita

A colheita dos ramos pode ser feita em qualquer momento durante o ciclo de vida das plantas, que tornam-se bem desenvolvidas de 45 a 50 dias após a semeadura. Retire ramos, folhas e flores individualmente quando necessário ou colha semanalmente parte dos ramos, sem colher demais para não enfraquecer as plantas.