Como plantar oxalis

Oxalis ou falso trevo - Oxalis acetosella
Oxalis ou falso trevo (Oxalis acetosella) - imagem original: Karin Jonsson - Licença Creative Commons

Há centenas de espécies no gênero Oxalis, plantas mais conhecidas como falsos trevos ou simplesmente como trevos (os trevos verdadeiros são plantas do gênero Trifolium). Muitas destas plantas podem ser consumidas ou utilizadas para fins medicinais. Suas folhas têm um agradável e refrescante sabor ácido, e podem ser consumidas cruas ou cozidas, embora não devam ser consumidas em grandes quantidades, pois contêm uma alta concentração de ácido oxálico (o nome ácido oxálico deriva do nome do gênero destas plantas). A planta inteira pode ser consumida, incluindo as flores e, em algumas espécies, os bulbos ou bulbilhos, que podem ser consumidos crus ou cozidos. Muitas espécies de oxalis também são cultivadas como plantas ornamentais.

Algumas das espécies:

Oxalis acetosella
Oxalis acetosella - imagem original: Randi Hausken - Licença Creative Commons

Oxalis acetosella - Planta comum na Europa e em partes da Ásia, suas flores são geralmente brancas com finas riscas cor-de-rosa, mas podem ser encontrados exemplares com flores violetas ou vermelhas. Pode atingir cerca de 10 cm de altura, sendo uma planta perene mesmo em regiões de inverno rigoroso, onde rebrota na primavera. Suas folhas e flores se fecham ao anoitecer ou quando chove.

Oxalis articulata
Oxalis articulata - imagem original: miluz - Licença Creative Commons

Oxalis articulata - planta nativa do sudeste da América do Sul, pode atingir até 20 cm de altura e suas flores são cor-de-rosa.

Oxalis oregana
Oxalis oregana - imagem original: Miguel Vieira - Licença Creative Commons

Oxalis oregana - planta nativa da costa oeste da América do Norte, pode atingir até 20 cm de altura, suas flores podem ser brancas ou rosadas e suas folhas são esbranquiçadas em torno das nervuras principais. As folhas se fecham em resposta a luz intensa.

Oxalis tetraphylla
Oxalis tetraphylla, mais conhecida como trevo-da-sorte ou trevo-de-quatro-folhas - imagem original: Wildfeuer - Licença Creative Commons

Oxalis tetraphylla ou Oxalis deppei - planta nativa do México, é muitas vezes chamada de trevo-da-sorte ou trevo-de-quatro-folhas, pois suas folhas são divididas em quatro partes (folíolos), mas não é um verdadeiro trevo. Suas flores são vermelhas e a planta produz bulbos ou bulbilhos que podem ser usados para propagá-la ou podem ser consumidos cozidos.

Oxalis triangularis
Oxalis triangularis - imagem original: Maja Dumat - Licença Creative Commons

Oxalis triangularis - planta nativa do Brasil, pode atingir até 20 cm de altura e suas flores são brancas ou rosadas. As folhas e flores fecham a noite ou quando chove, abrindo novamente quando a luz volta a ficar intensa. Esta planta produz bulbos que podem ser usados para propagá-la ou podem ser consumidos crus ou cozidos.

Oxalis violacea
Oxalis violacea - imagem original: Amos Oliver Doyle - Licença Creative Commons

Oxalis violacea - planta nativa da América do Norte, pode atingir até 30 cm de altura, suas flores são violetas ou cor-de-rosa. Também produz bulbos que podem ser usados na propagação da planta ou podem ser consumidos crus ou cozidos.

Clima

A maioria das espécies prefere clima subtropical ou tropical, mas há espécies de oxalis crescendo em várias condições climáticas, sendo que algumas espécies se espalharam e são atualmente encontradas crescendo espontaneamente em várias regiões do mundo.

Luminosidade

A condições de luminosidade ideais variam muito de espécie para espécie. Algumas espécies precisam ou preferem crescer com algum sombreamento, sem luz solar direta. Outras espécies precisam de luz solar direta pelo menos por algumas horas diariamente. Das espécies citadas acima, apenas Oxalis tetraphylla exige luz solar direta para seu cultivo.

Solo

Cultive preferencialmente em solo leve, bem-drenado e rico em matéria orgânica.

Irrigação

Irrigue de forma a manter o solo sempre úmido, mas sem que permaneça encharcado.

Bulbos de Oxalis tetraphylla
Bulbos de Oxalis tetraphylla - imagem original: Maja Dumat - Licença Creative Commons

Plantio

Embora possam ser cultivadas a partir de sementes, é geralmente mais fácil dividir plantas bem desenvolvidas ou, se disponíveis, plantar os bulbos ou bulbilhos.

Muitas vezes estas plantas crescem espontaneamente nas hortas, plantações, pomares, jardins e até mesmo em vasos, sendo desnecessário plantá-las.

Tratos culturais

Retire plantas invasoras que estiverem concorrendo por recursos e nutrientes.

Várias espécies do gênero Oxalis são plantas invasoras, assim é necessário muito cuidado ao introduzir estas plantas, pois uma vez estabelecidas pode ser muito difícil conseguir erradicá-las do local.

Bulbos de Oxalis triangularis
Bulbos de Oxalis triangularis - imagem original: Maja Dumat - Licença Creative Commons

Colheita

As folhas e flores podem ser colhidas quando necessário, desde que as plantas estejam bem desenvolvidas.

Plantas que possuem bulbos e estão sendo arrancadas podem ter estes colhidos para consumo.

A coleta de plantas não cultivadas deve ser feita com critério, pois plantas que crescem espontaneamente em jardins e plantações podem ter sido pulverizadas com herbicidas e pesticidas, sendo assim inadequadas para o consumo.