Como plantar peixinho-da-horta

peixinho-da-horta, lambari-da-horta, orelha-de-lebre ou orelha-de-cordeiro
Peixinho-da-horta, lambari-da-horta, orelha-de-lebre ou orelha-de-cordeiro - imagem original: hortas.info - Licença Creative Commons

Stachys byzantina

O peixinho-da-horta, também conhecida como lambari-da-horta, orelha-de-cordeiro e orelha-de-lebre, é uma planta herbácea perene nativa da Turquia, Armênia, Azerbaijão e Irã. Suas folhas são densamente cobertas por suaves tricomas de coloração acinzentada ou esbranquiçada, produzindo uma sensação aveludada ao se tocar nas folhas. Sua semelhança com a orelha de alguns mamíferos lhe confere alguns de seus nomes populares.

Cultivada atualmente no mundo principalmente como uma planta ornamental em jardins, esta planta é comestível e apresenta um bom valor nutritivo, sendo, no entanto, cultivada para fins alimentícios apenas em alguns poucos lugares do mundo (em especial, nas regiões sul e sudeste do Brasil). Suas folhas são geralmente preparadas empanadas, e são descritas como tendo um leve sabor de peixe, o que deu origem ao seu nome mais popular. As folhas podem, contudo, ser consumidas cruas em saladas ou cozidas, refogadas, etc.

Folha do peixinho-da-horta
A folha do peixinho-da-horta tem uma aparência e uma textura peluda e aveludada - imagem original: hortas.info - Licença Creative Commons

Clima

Para o peixinho-da-horta o ideal é um clima ameno, mas pode ser cultivada em um clima mais quente se cultivada com sombreamento parcial nas horas mais quentes do dia.

Luminosidade

Luz solar direta pelo menos algumas horas por dia ou sombra parcial com alta luminosidade.

Peixinho-da-horta
Cultivar de peixinho-da-horta 'Helen von Stein', também chamada de 'Big Ears' - imagem original: Patrick Standish- Licença Creative Commons

Solo

Cresce melhor em solo fértil, bem drenado, rico em matéria orgânica, porém cresce até mesmo em solos pobres. É bastante tolerante quanto ao pH do solo.

Irrigação

O ideal é irrigar de forma a manter o solo sempre levemente úmido, sem que fique encharcado. É tolerante a curtos períodos de seca quando o clima está ameno, mas é necessário manter o solo úmido quando o clima está quente.

Corte de peixinho-da-horta para plantio
Corte de peixinho-da-horta para plantio - imagem original: hortas.info - Licença Creative Commons

Plantio

O peixinho-da-horta pode ser propagado através de sementes, mas algumas cultivares são estéreis, raramente produzem flores e não produzem sementes. O mais comum e mais rápido método é propagar através da divisão das touceiras ou através de cortes de ramos. Os ramos podem ser plantados diretamente no local definitivo ou em pequenos vasos para posterior transplante ao local definitivo.

O espaçamento recomendado depende da variedade cultivada e das condições de cultivo, normalmente variando de 30 cm a 1m entre as plantas. O peixinho-da-horta também pode ser cultivado facilmente em vasos.

Flores do peixinho-da-horta
Flores do peixinho-da-horta. Algumas cultivares raramente produzem flores - imagem original: Dr. Boli- Licença Creative Commons

Tratos culturais

Retire as plantas invasoras que estejam concorrendo por nutrientes e recursos.

Se cultivado em vasos, faça divisões e replante quando os ramos estiverem saindo para fora do vaso.

Colheita

A colheita pode começar normalmente a partir de 60 dias do plantio dos rebentos ou propágulos. É recomendado que sejam colhidas folhas que tenham pelo menos 10 cm de comprimento para serem empanadas ou refogadas. Folhas mais jovens e menores são as melhores para serem usadas cruas em saladas.